A Cruz de Morrigan - Nora Roberts (Trilogia do Círculo #1)



Comprei esse livro faz tanto, mas tanto tempo… Posterguei a leitura por estar sem o pingo de paciência para vampiros (entendedores entenderão) e por que não gostei de uma outra trilogia que envolve fantasia da Nora Roberts, a Trilogia do Coração. Mas a Cruz de Morrigan, primeiro volume da Trilogia do Circulo, se mostrou uma agradável surpresa!


Após uma tentativa frustrada de vingar a transformação vampiresca de seu irmão, Hoyt recebe a visita da deusa celta Morrigan que o convoca a juntar outras cinco pessoas para formar um circulo de força a fim de derrotar Lilith, poderosa vampira que põe em risco a vida de toda a humanidade. Enviado mil anos a frente de seu tempo, Hoyt, o feiticeiro, precisa se juntar a uma bruxa, a guerreira, a erudita, aquele de múltiplas formas e aquele que se perdeu para alcançar seu objetivo.



Hoyt concorre com o Cameron (da Trilogia da Gratidão) pelo posto de personagem masculino mais apaixonante da Nora Roberts. Feiticeiro de fala formal, homem sério, dono de compridos cabelos negros e olhos profundamente azuis, Hoyt é um fofo. Sua atrapalhada chegada nos dias atuais rende boas risadas.



O pequeno ponto negativo fica a cargo da tradução. Alguns termos como “seriamos uns pamonhas” e “seu carma estava perdendo o bonde” destoam do restante do livro, soam por demais abrasileirados e me incomodaram um pouco, mas nada que atrapalhe o andamento da história. A diagramação é muito bonita, cheia de detalhes nas páginas.



Pensei que o enredo se perderia totalmente com toda a mistura de vampiros, bruxas e humanos, mas muito pelo contrario. A história é bastante coerente. Trás toda a formula dos livros da Nora: leitura fácil, personagens cativantes e tórridas cenas românticas. Uma boa leitura para quem gosta de histórias que envolvam o sobrenatural. Em breve resenha de O Baile dos Deuses, segundo livro da trilogia.



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.