A Espada de Átila - David Gibbins



A Espada de Átila é o segundo romance da série literária baseada no jogo de estratégia Total War. O Império Romano, uma vez poderoso e conquistador, agora é assolado pela corrupção e ameaçado por Átila. Flávio Aécio, Macróbio e Arturo, dentro de um esquema conspiratório contra o Imperador, precisam invadir terras longinquas e roubar A Espada de Átila, o símbolo do poder Huno.



Gosto muito de romances históricos, e por mais que o ritmo seja razoavelmente agitado a leitura de A Espada de Átila foi bem cansativa. O maior problema reside na excessividade de detalhes. Isso por si só já atrapalha a fluidez da leitura, então acrescente também os inúmeros termos da época e nomes complicados.



Isso seria compensado se a história envolvesse, coisa que infelizmente não acontece. Algumas passagens, como o ritual huno do comecinho do livro, são fantásticos de ler. Mas como dito anteriormente, o excesso de informação mais atrapalha do que ajuda. Enquanto temos inúmeras descrições de situações que no fim não fazem a minima diferença para o andamento da história, como descrições de locais de origem de vinhos ou da vida de antepassados do protagonista, o autor por vezes pouco se aprofunda na vida dos personagens ali presentes. Gostaria de ter lido mais sobre a interessante relação de Arturo com Erecan ou de Átila com Bleda.



Se a história fica devendo em enredo, é louvável o esforço da editora e do autor em apresentar um livro de qualidade. Uma introdução histórica e a nota do autor trazem dados reais do período onde tudo se passa. O livro apresenta também um mapa da principal batalha do livro e um mapa do mundo mediterrâneo na época, além de um glossário e de uma lista dos personagens.




Por último mas não menos importante, agradeço de todo coração pela existência das Cortesias do Skoob! A Espada de Átila é o segundo livro que tenho a sorte de ganhar por lá, portanto, obrigada obrigada e obrigada!



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.