quinta-feira, 5 de novembro de 2015


Tive a oportunidade de ir ao lançamento de Eu Sobrevivi ao Holocausto em uma das unidades da Livraria da Vila em São Paulo, com a presença da autora Nanette Blitz Konig. Durante a leitura do livro por vezes foi dificil assimilar que a vivaz senhora que vi na livraria era a jovem que passou por tantos horrores no campo de concentração Bergen-Belsen.



Eu gosto de história e curto filmes, séries ou livros que retratem a Segunda Guerra Mundial. Ter em mãos um relato verdadeiro é incrível. Mais incrível ainda é ler como Nanette passou por tantas provações e sobreviveu. O livro é dividido em capítulos em ordem cronológica com os acontecimentos. Acompanhamos a autora desde antes da guerra e posteriormente seus passos até a sua chegada e nova vida no Brasil.




Conhecemos os fatos sobre a remoção dos confortos da sua casa, a estadia em Bergen-Belsen, a morte de seu pai, a separação de sua mãe e irmão, a falta de comida, higiene precária e doenças no campo... O relato de seu primeiro banho quente depois de liberta é emocionante.

E claro, sabemos da sua amizade com Anne Frank. Nannette conheceu Anne no Liceu Judaico. Ambas aparentemente foram bastante amigas. Amizade que se estendeu até seu reencontro no campo de concentração. Mas confesso que esperava por mais detalhes em relação a amizade de ambas.



Por mais que a temática no livro seja pesada a leitura é bastante fluída, tanto que terminei o livro em um dia. Seu tom é bastante rancoroso. Dá para sentir toda a raiva na autora. A repetição de algumas afirmações me incomodou. Não pelo teor, mas pela repetição mesmo. O miolo contem diversas fotos pessoais, documentos ou pessoas ligadas a Nanette, além de um mapa com a localização de diversos campos de concentração. Gostei do livro e de saber da história do ponto de vista de quem passou e sofreu com toda a situação. Detalhes que não vemos em todo filme e série sobre o assunto.




8 comentários:

  1. Oie Thalita =)

    Não conhecia o livro, mas como gosto bastante de livros que se passam na Segunda Guerra fiquei bastante interessada nesse.
    Dica anotada ;)

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ariane! Obrigada pela visita :)
      Leia sim, é um livro que vale a pena. Espero que goste!
      Bjs

      Excluir
  2. Não resisto a livros com essa temática. Sei lá, é História!
    Fiquei curiosa com o livro, apesar da sua ressalva com a falta de mais detalhes sobre a amizade com a Anne.

    Blog Entretanto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jul! Obrigada pela visita :)
      Também não resisto. Sempre tento ler tudo o que encontro rs
      Bjs

      Excluir
  3. Oi Thalita!
    Não conhecia esse livro. Livros com essa temática são sempre intensos, né? E a edição parece estar bem caprichada com as fotos. Pena que faltaram detalhes sobre a amizade da autora com a Anne Frank. Mas imagino que a intenção seja mais expor o que a autora viveu e como se sentiu do que sobre pessoas específicas que fizeram parte da sua jornada.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mariana! Obrigada pela visita :)
      São sim, eu quase sempre me emociono com esse tipo de história. A edição é super bonita. Gostei bastante do livro.
      Bjs

      Excluir
  4. Oi Thalita!
    Livros que abordam a Segunda Guerra Mundial sempre me chamam a atenção mas, não sei se conseguiria ler esse. Por ser relatos reais, eu fico angustiada ao saber de tudo que a pessoa passou. (Sou muito empática nesse aspecto)
    Com certeza, eu sei que é uma leitura grandiosa.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luiza! Obrigada pela visita :)
      Ele contém várias partes angustiantes. Eu tb fico angustiada com certas coisas :/
      Bjs

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Busca

Tecnologia do Blogger.

Sobre Nós

Arquivo

Sorteio

Seguidores

Facebook

Instagram

Twitter

Editora Parceira

Parceiros

Postagens Populares

Visitas

As opiniões aqui presentes são próprias das autoras do blog, não representando necessariamente a opinião das editoras e/ou autores.