quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016


Fiquei bastante surpresa, e animada!, quando recebi o convite da Alana Gabriela para ler A Estranha Mente de Seth. Já havia lido algumas resenhas positivas sobre o livro e ficado curiosa, mas por ter muita coisa para ler não fui atrás. Pois enfim, a chance chegou e li A Estranha Mente de Seth!


E põe estranha nessa mente! O livro começa com Seth visitando o tumulo de Antonie Latos, um extremista que deu a vida pelo seu país. Fez tudo pela causa e pelo povo. O rapaz sonha em fazer algo tão grandioso. Passa a maior parte do seu tempo trancado em seu quarto entrando em transes, escrevendo pensamentos e matutando sobre o que poderia ser feito contra o Império de Birron.




Praticamente ignora seus pais. Não consegue prestar atenção no que eles falam por considerar assuntos insignificantes. O mesmo com seu amigo de faculdade Oliver. Não suporta conversinhas e bate papos em vão.  Possui uma fixação doentia por Lauren, moça que considera pura e que assim deve permanecer, mesmo que ela não saiba disso.


O livro é uma viagem bastante bacana por dentro da mente de um jovem extremista. Com exceção de Lauren, Seth não pensa nos demais. Faz tudo por si mesmo e pela causa. Aliais, sua fixação pela moça só mostra o quão doentia é a sua mente. Seth persegue e observa Lauren o tempo todo para que ela não saia da linha e sempre se mantenha pura. Chega a alugar uma casa em frete a residencia da moça apenas para observa-la por horas e horas. #MEDO


Como o título sugere, entramos dentro da mente de Seth, portanto não espere muitos detalhes sobre os personagens secundários, o que também não faz muita falta. Só achei o Oliver muito passivo com Seth. Por mais que esse o trate grosseiramente e tenha atitudes imperdoáveis Oliver está lá ao seu lado. Gostaria mesmo de ter lido um pouco mais sobre a Face Negra, grupo de pessoas com a qual Seth se reúne para tramar contra o império.


Alana escreve bastante bem. Fiquei o livro todo curiosa para saber o que aconteceria com Seth e o que raios ele faria com Lauren. Narrado em primeira pessoa e baseado nos eventos que desencadearam a Primeira Guerra Mundial, principalmente sobre o que se passava na mente de Gavrilo Princip, o assassino do arquiduque Franz Ferdinand, comecei o livro crente que ele se passava mais ou menos na época da guerra real. Até que no meio do livro Mary, uma das professoras de Seth saca do bolso um telefone celular. Confesso que me irritei um pouco, mas não tardou para a irritação se esvair e notar que o livro é atemporal e que a autora foi brilhante. Alana não se limitou a entrar apenas na mente de Seth e de Gavrilo. O livro serve para tentarmos entrar um pouquinho na mente de qualquer extremista ou terrorista, incluindo os atuais.


Sobre a Autora:

Alana Gabriela, 19 anos, estudante de Letras Português – Inglês na UFS, blogueira, compositora e escritora estreante. Gabriela é viciada em séries: Grimm, The Blacklist e The Walking Dead; Leituras imprevisíveis, rebuscadas e músicas indie-folk e R&B. Ama ler o dicionário de inglês e português e olhar para o céu em dias de chuva.

Email / Blog / Facebook / Twitter / Instagram


E adquira o livro no site da editora Autografia clicando AQUI ou a versão em ebook pela Amazon clicando AQUI :)

18 comentários:

  1. Oi Thalita!
    Ótima resenha! tb gostei do livro... foi bem diferente do que já tinha lido na minha vida... e as partes com Lauren dá medo mesmo...

    Belas terapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Laila!
      Concordo! Foram as partes em que mais fiquei aflita.
      Bjs

      Excluir
  2. Uau, parece um bom livro para uma autora tão jovem!
    A premissa é bem interessante, gostei da resenha!

    Beijinhos, Hel.

    Leituras & Gatices

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Hel!
      Isso que mais me surpreendeu. Super jovem e escreve muito bem.
      Bjs

      Excluir
  3. Olá Thalita,


    Não conhecia a obra e nem a autora, achei bem interessante e original, me deixou bem curioso e a capa é bem legal também.....dica anotada....bjs.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marco!
      Espero que chegue a ler e goste também :)
      Bjs

      Excluir
  4. Oi, Thalita!
    Realmente Seth é a definição de psicopatia e loucura!
    Acredita que deixei passar essa história do celular? Nem reparei de tão envolvida que estava na história.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luiza!
      Muito, fiquei muito aflita pela Lauren!
      Eu li e parei, ai voltei, li de novo e pensei "não pode ser" HUAHUAHU mas em nenhum momento a autora diz em que ano ou época estão. Engenhoso!
      Bjs

      Excluir
  5. Nossa, este me parece um livro bem interessante, Thalita!
    Daqueles que deixam a gente bem angustiada e nervosa com os acontecimentos, do tipo que faz a gente interagir com o personagem e ficar falando com ele o tempo todo. É assim mesmo? rsrsrs
    Espero poder ler qualquer hora!
    Beijo

    http://www.blogleituravirtual.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marina!
      É mais ou menos assim. No caso eu as vezes fui me irritando com o Seth principalmente pelo modo em que ele trata os demais, então eu ficava pensando "Cooooooooomo esse Oliver ainsa fala com esse rapaz???" HUAHAU
      Bjs

      Excluir
  6. Hellooo, Thalia!! *-*
    Eu estava querendo muito saber a sua opinião sobre a estória.
    Quantos elogios, não vou dormir direito hoje ahaha.
    O livro é atemporal mesmo, não coloquei na época de propósito, eu queria explicitar não só a mente do Gavrilo como psicopatas e extremistas como um todo. Estava estudando a Primeira Guerra Mundial e o Islamismo na época que decidi escrever. Queria colocar num livro só, então não coloquei tempo.
    Tem outro elemento "meio moderno" na estória e não sei se você percebeu ahah.
    O Oliver não se manca mesmo, não é?! O Seth estava o tempo todo, tipo, não tô nem aí, mas ele nada de se tocar! kkkkkkk
    Muitíssimo obrigada por fazer a leitura e pela resenha construtiva. Incentiva muito os escritores a continuar escrevendo estórias.
    Obrigada.
    Beijin...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alana!
      Ahhh agora fiquei curiosa com esse outro elemento rs vou ter que ler de novo!
      Eu que agradeço pela oportunidade. Parabéns pelo livro, você escreve muito bem. Espero ver mais livros seus por ai ;)
      Bjs

      Excluir
  7. Oi Thalita!
    Estou bem curiosa para ler esse livro. Parece ser muito interessante.

    Beijos,
    Epílogos e Finais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bianca!
      É sim, se puder leia, vale a pena ^^
      Bjs

      Excluir
  8. Oi Thalita!
    Ainda não li esse livro, mas só de ler a resenha já fiquei com medo do Seth...
    Parece ser um livro bem tenso!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  9. Muito interessante a premissa, principalmente por falar em extremismo numa época em que as pessoas estão neuróticas com esse monte de "ismos" que vem contaminando as redes sociais. Além disso, gosto de livros sobre pessoas obsessivas. É sempre fascinante.

    http://porquelivronuncaenguica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ronaldo!
      Também gosto. Curto esse tipo de história.
      Bjs

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Busca

Tecnologia do Blogger.

Sobre Nós

No Blog

Arquivo

Seguidores

Facebook

Instagram

Twitter

Editora Parceira

Parceiros

Postagens Populares

Visitas

As opiniões aqui presentes são próprias das autoras do blog, não representando necessariamente a opinião das editoras e/ou autores.