segunda-feira, 18 de abril de 2016

O Segredo de Indie foi o nosso primeiro Book Tour, cedido pela Butterfly Editora no ano passado antes da seleção das Parcerias! A minha curiosidade sobre esse tal segredo só cresceu e quando recebi o livro, li em menos de 24h e agora vou contar para vocês sobre a história!
A Butterfly Editora caprichou nessa edição! É lindíssima! *-*
Índigo Russell, ou Indie, é uma jovem de 17 anos que guarda um segredo, ela consegue ver, ouvir, conversar e sentir presenças de pessoas desencarnadas, sim, ela conversa com mortos, para completar o pacote de skills a moça também tem premonições... Algumas vezes vê trechos de cenas e em outras, imagens isoladas muitas vezes sem sentido, o fato é que em algum momento essas cenas acontecerão. E como era de se esperar ela não lida nadaaaa bem com isso!

Além de sua família, a única que conhecesse esse segredo é Lacey, as duas são amigas desde a infância e se respeitam, até que em uma visão Indie vê o namorado da amiga a traindo, daí a coisa começa a desandar e o conflito interno entre contar ou não contar e tentar impedir o acontecimento, acaba por interferir bruscamente na amizade entre elas.


Ao mesmo tempo que Indie precisa lidar com a amiga e as consequências de conhecer o futuro, sua paixonite da escola começa a notá-la e eles começam a se envolver, John tem um ar misterioso, atraente, bonito e que se interessa muito por assuntos sobre mediunidade e paranormalidade… A moça não consegue entender o interesse dele por esse assunto, até que começam a namorar e um espírito nada amistoso começa a aparecer SEMPRE que a moça está com o namoradinho Poltergeist!!!. A necessidade de estar com o rapaz só cresce… juntamente com as aparições desse espírito, após vários acontecimento que não a deixam ignorar o dom que possui, Indie descobre um importante segredo sobre o fantasma e sua relação com o namorado, que tem algo a ver com o relicário da capa do livro!

Uma série de fatores fazem com que a moça tenha que enfrentar seus problemas e entender suas próprias mudanças internas, seu afastamento com seus amigos, inclusive Lacey, seu romance ensandecido com John, o desenrolar dos acontecimentos só fazem com que Índigo questione cada vez mais o por quê dela não ser “normal”.


O livro possui um bom ritmo, apesar dos questionamentos constantes de Indie “por que isso tem a acontecer comigo?”, “por que não sou normal?” “sou estranha!” etc., que em determinados momentos torna a leitura maçante, eu consegui me manter na leitura pela curiosidade pelo tema. A obsessão de Indie por John, o relacionamento abusivo que se desenrola, o afastamento entre as amigas não são bem explorados, até a própria problemática sobre paranormalidade e mediunidade acaba ficando em segundo plano para falar da obsessão da moça de estar junto com John e como ela o ama, bléééhh muito tedioso! O final do livro é corrido e poderia ser melhor explorado, faltando 20 páginas para acabar você já percebe que algumas coisas serão pinceladas, uma pena, pois poderia ter elevado a minha nota sobre ele!

As outras meninas do Book Tour mandaram recadinhos no livro!! Muitooo fofas!! Já escrevi a minha tbm! ;D
Outra coisa que me incomodou foi a cronologia, o livro é dividido em 3 partes: setembro e outubro de 1997 e março de 1998, poréééém não há uma real necessidade de ocorrer nesses anos e a autora cita algumas coisas que me deixaram em dúvida sobre essa cronologia, como, por exemplo, Pokémon nos EUA em 1997 (Segundo o Site Oficial os jogos e o anime chegaram no país em 98). As explicações sobre mediunidade são bem inseridas e até bem explicadas, porém Indie não surpreende e outros subtemas como os relacionamentos abusivos da própria personagem principal e, também, o de sua amiga poderiam ser melhor explorados. Então, apesar de gostar da temática, essas incoerências me fizeram dar 3,5*! Para quem se interessa pelo assunto é uma leitura para passar o tempo, mas sem grandes surpresas!  

Curiosidades:
  • O livro é baseado em algumas experiências da própria Tara Taylor quando era mais jovem e no final consta um breve “perguntas e respostas” sobre a mediunidade de Indie.
  • O livro tem continuação, mas não tem data prevista para ser lançado no Brasil, se chama “Becoming Indigo”.
  • Índigo é o nome de um cor, mas também de uma nomenclatura para crianças que possuem uma certa habilidade aguçada e maior sensibilidade, as crianças índigo muitas vezes são associadas a Geração Y.
  • O título em inglês é “Through Indigo’s Eyes”, algo como “Através dos olhos de Índigo”, o que pode remeter as habilidades da personagem às crianças índigo.

8 comentários:

  1. Oi, tudo bem? Adorei sua resenha! Fiquei bastante interessada no livro, principalmente pelo tema que ele trata. Acho essas coisas "paranormais" bem interessantes, por isso é sempre bom ler sobre. Vou pedir para a editora o livro, espero gostar!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee Larissa!
      Leia sim e me conte o que achou, gostaria de discutir sobre ele! hahaha
      O tema é super interessante, mas algumas coisas não me agradaram!! :D

      Espero que vc goste da leitura!

      Bjs

      Excluir
  2. Olá, Dê.
    Que triste quando a ideia, enredo do livro tem tudo para dar certo e ser uma baita estória e a narrativa estraga tudo, né?
    Quando li seu resumo do livro fiquei super empolgada, mas quando chegou na parte da crítica desanimei bastante.

    Beijinhos, Hel - Leituras & Gatices

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiee Hel!!

      Nossa, é terrível! E olha que ainda me prendi por causa das brechas da narrativa, mas não curti tanto... Uma pena! Eu incentivo quem gosta da temática a ler, pois ela pode gostar do enredo e podemos conversar sobre, então caso vc queira ler vou ficar ansiosa para conversar sobre ele!!! rsrs

      Bjs :****

      Excluir
  3. Gostei bastante do enredo, fiquei curiosa para saber o que tem por trás dos poderes dela. Quero ler.

    www.eucurtoliteratura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A premissa do livro é ótima mesmo!!
      Dá pra ter uma noção sobre mediunidade e afins!! Leia simm, espero que goste!

      Bjs :*

      Excluir
  4. Oi, Denise!
    Eu até queria ler, mas aí você que os temas principais não são bem explorados... Brochei legal...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee Luiza!!

      Poooiiss é!! Eu até incentivo a leitura, pq vai que você tenha uma perspectiva diferente da minha, daí conseguimos conversar sobre ele de maneira que todos saiam ganhando! *-*
      Mas para mim foi uma leitura bemm mais ou menos! rsrs

      Bjs ;*

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Busca

Tecnologia do Blogger.

Sobre Nós

Arquivo

Sorteio

Seguidores

Facebook

Instagram

Twitter

Editora Parceira

Parceiros

Postagens Populares

Visitas

As opiniões aqui presentes são próprias das autoras do blog, não representando necessariamente a opinião das editoras e/ou autores.