quinta-feira, 30 de junho de 2016


No começo de Jogo Perigoso vemos Jessie e seu marido Gerald em um joguinho sexual em sua casa a beira do lago. Gerald gosta de amarrar Jessie na cama com algemas de verdade. Durante a “brincadeira”, Gerald sobre um infarto e morre, deixando Jessie presa e abandonada. Saíram da cidade grande as pressas, sem avisar ninguém, e o livro se passa em uma época em que não havia um telefone celular em todo canto.



As tentativas de libertação feitas por Jessie são descritas de tal forma que é possível sentir na pele os tendões e ossos se repuxando ao tentar passar pela algema. Em alguns momentos fui ficando tão aflita com aquilo que precisei baixar o livro, respirar um pouco e só então retomar a leitura. TENSO!



Entre as tentativas de fuga, Jessie aproveita para conversar com suas vozes imaginarias (Esposa Perfeita e Ruth) e lembrar de seu passado. Ele nos é apresentado aos pouquinhos, então cada vez mais o leitor fica curioso para saber o que aconteceu. E conhecemos também o ex-Príncipe, um cachorro abandonado que aparece na história. Aliais, por isso que gosto tanto de Stephen King! Sua narração do ponto de vista do cachorro é fantástica e tão aflitiva quanto a de Jessie.


O livro prende a atenção, queremos saber o que raios aconteceu na infância de Jessie e como ela vai sair daquela enrascada, mas é um livro cansativo. Seu ritmo é lento e as vozes na cabeça de Jessie são por vezes confusas. As letras minusculas aliadas com margens estreitas da edição da Objetiva parecem colaborar para isso, pois a impressão que tinha era que estava lendo por horas e poucas paginas haviam se passado. E não gostei de uma certa explicação do final. Para mim o livro seria melhor sem aquilo.


Para quem é fã do autor e gosta de histórias tensas e dramáticas, vale a pena. Para mim Stephen King brilha quando mete medo não com monstros e assombrações, mas com aquilo que é real, que por mais improvável que seja, poderia acontecer.




18 comentários:

  1. Oi :)
    não conhecia o livro, mais a resenha é boa!
    beijo
    bellapagina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o autor. Stephen King parece ser um grande autor, espero ler livros dele. Bom, esse livro é realmente muito interessante, fiquei curiosa para saber o que acontece com Jessie, imagina ficar ali algemada sem ninguém para ajudar, é " tenso". Enfim, quero ler!
    Já estou te seguindo para acompanhar as novidades. Poderia retribuir seguindo o meu?
    Beijos
    http://palavrass-ao-vento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Natalia.
      Ele é sim muito bom e o livro dá muita agonia. É meio parado mas ainda assim vale a pena.
      Bjs

      Excluir
  3. Oi Thalita!
    Puxa, só de ler sua resenha já fiquei aflita, imagina se pegasse o livro para ler hahaha
    Achei que ele fosse ficar muito na mesmice, sabe. Não achei que tanta coisa pudesse se desenvolver.
    Não sou muito fã de Stephen King, mas este me chamou certa atenção. E ele não é grande, acho que vou dar uma chance qualquer hora. Fui tentar começar a ler Stephen King justamente com IT: A Coisa, olha só a ideia hahahaha

    Beijo
    www.blogleituravirtual.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marina!
      Ahhh eu adoro A Coisa huahua mas ele é muito grande e eu acho um pouquinho intimidador para quem não está familiarizado com a escrita do King. Ele as vezes não vai direto ao assunto, leva páginas para contar algo. Eu gosto mas vejo muita gente reclamando disso por ai rs
      Bjs

      Excluir
  4. Olá Thalita, tudo bom?
    Nunca li nada do autor, e não sei se pretendo. Gostaria de começar por algo mais leve dele (se é que ele tem, indicações?)
    Parece ser uma boa pedida para quem goste.

    Beijos!
    http://aguardandoogatobranco.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria!
      Comece pelo Novembro de 63. Ainda que seja um livro grande ele não é terror e da para ter uma excelente ideia de como é a escrita do King. Além do livro ser ótimo.
      Bjs

      Excluir
  5. Oi Thalita,
    Sou fã incondicional do King e acho que são pouco autores que conseguem transportar o leitor para dentro do livro tão bem. É realmente como se a gente sentisse na pele o que os personagens estão sentindo.
    Tbm acho que ele é um mestre na arte de compor personagens. Eles sempre consegue criar personagens complexos, com diversas facetas, e isso me encanta.
    Uma pena que a leitura é um pouco cansativa. Mas ainda assim, pretendo ler algum dia.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alê!
      Concordo com você. Esse e o Misery devem ser os livros mais agoniantes que já li. Você consegue imaginar perfeitamente tudo. Leia sim, mesmo sendo meio cansativo vale a pena.
      Bjs

      Excluir
  6. Oi Thalita,
    Nunca li nada do Stephen King, tento mudar a situação, mas eu sempre adio.
    Não faz meu estilo, mas sei que preciso conhecê-lo, afinal, todos são apenas elogios a ele, rs.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alessandra!
      Ah se não faz o seu estilo... É aquela, as vezes você lê e gosta, mas acho que não adianta forçar.
      Bjs

      Excluir
  7. Eu gosto bastante do estilo de escrita do Stephen. Ele tem mesmo um dom de descrever de maneira sombria as coisas e chega até a dar medinho HAHAHAH

    beijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Hellz!
      Simmmmm huahua ele tem hora que é agoniante!
      Bjs

      Excluir
  8. Oii Thalita,
    Esse era um livro que não conhecia do King e só lendo a resenha a gente fica meio tensa, já estou imaginando lendo essa história.
    Dica anotada.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jessica!
      Ele é bem tenso, teve horas que me deu até coisos como quando a Jessie tentava puxar a mão da algema. TENSO.
      Bjs

      Excluir
  9. Oi Thalita!!!

    Nossa, só de ler eu fiquei agoniada, sério mesmo, sempre que vejo cenas assim eu fico pensado e se perderem a chave rsrsrsrs Stephen King é o cara!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Michele!
      Pior que a chave estava proxima a ela, mas como ela estava amarrada, não conseguia pegar. Muito tenso!
      Bjs

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Busca

Tecnologia do Blogger.

Sobre Nós

No Blog

Sorteio

Arquivo

Seguidores

Facebook

Instagram

Twitter

Editora Parceira

Parceiros

Postagens Populares

Visitas

As opiniões aqui presentes são próprias das autoras do blog, não representando necessariamente a opinião das editoras e/ou autores.