quinta-feira, 9 de junho de 2016



Quebra de Confiança é o primeiro livro de Myron Bolitar. O moço já foi jogador de basquete e agente do FBI, mas atualmente trabalha como representante de atletas em inicio de carreira. Kathy Culver foi noiva de um de seus representados, o jogador de futebol americano Christian Steele, e desapareceu há mais de um ano. Quando Christian recebe uma revista pornográfica com uma foto da amada e um telefonema em que escuta a sua voz, pede que Myron o ajude a descobrir se Kathy ainda está viva. Para complicar ainda mais, a moça é irmã de uma das ex-namoradas de Myron, Jessica.




Myron então junta forças com seu melhor amigo, Win, sua secretaria Esperanza, com a ex-namorada Jessica e com mais uma porção de pessoas que conhece de todo e qualquer lugar, e passa a tentar desvendar o mistério do desaparecimento de Kathy.


A maior parte dos diálogos são sarcásticos, o que torna a leitura fluida e divertida. O problema é o exagero de sarcasmo por parte de Myron. Praticamente em todo momento em que o protagonista vê uma mulher bonita comenta mentalmente algo do tipo “ela nem tirou a roupa quando me viu”. Comentar uma vez é ok, mas TODA vez enche a paciência. Seus gracejos nas conversas de negócios também são irritantes.


Win é um personagem mais interessante. Dito pelos demais como psicótico, é um ricaço de bem com a vida, desfrutador do que o mundo oferece de melhor, um assassino meticuloso e de sangue frio. Ele faz o que é necessário, sem demonstrar o minimo de arrependimento e sem mimimi.

A trama se entrelaça com a história de Chaz Landreuax, mais um agenciado de Myron, que está com problemas de contrato. Mas essa trama em pouco contribui para a trama principal. Parece que foi introduzida mais para desviar o foco da historia de Kathy Culver a fim de impedir o leitor de descobrir o que raios aconteceu com Kathy do que qualquer outra coisa. E sobre descobrir o que raios aconteceu, nisso o autor é muito bom. O desfecho não me convenceu de todo, mas pelo menos só bem perto dele comecei a desconfiar do responsável por todo o ocorrido.



Quem já leu Harlan Coben sabe o que esperar. A mesma formula de sempre: um mistério, reviravoltas e mais reviravoltas e leitura de ritmo agitado. O livro me lembrou um filme de ação, onde tudo parece acontecer de forma fácil e rápida, que agrada ali no momento, distrai e diverte. Mas não se fixa na mente por muito tempo.



16 comentários:

  1. Olá, Thalita.
    Gostei da sinceridade na sua resenha.
    Se fosse há algum tempo, eu leria sem medo. Agora, provavelmente não leria a obra. Enjoei dessa fórmula batida de reviravoltas sem fim, acontecimentos fáceis e tudo mais. Acredito que isso iria me incomodar na obra.
    Excelente resenha.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de junho. Serão quatro livros e dois vencedores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Ele é bem assim. Na primeira vez que li uma obra do Harlan curti bastante, mas depois é sempre mais do mesmo :(
      Bjs

      Excluir
  2. Oi, tudo bem? Tenho muita vontade de ler algum livro do Harlan. Minha mãe elogia bastante ele/os livros dele. Esse parece ser muito bom!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Larissa!
      Eu não gostei muito, mas as pessoas costumam curtir, tem que ler e ver por si só :)
      Bjs

      Excluir
  3. Oi Thalita!

    Nunca li nada do autor, mas sempre leio resenhas positivas dos livros dele! Gosto de reviravoltas, deixa tudo bem mais animado rsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Michele.
      Também gosto, mas acho que ele faz reviravoltas demais :/
      Bjs

      Excluir
  4. Harlan Coben ARRASA! Eu ainda não li esse, mas tenho visto opiniões divergentes mesmo...

    Beijos,
    Postando Trechos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Ele é um autor que eu tentei mas não consegui gostar. Gosto de reviravoltas mas acho que ele abusa rs
      Bjs

      Excluir
  5. Oi Thalita,
    Do Coben já li dois livros, e em ambos tive o mesmo problema: são tantas reviravoltas vindas do nada que a estória perde a verossimilhança. Não sei se a ideia dele é criar vários climax ao decorrer de toda a trama, mas as reviravoltas me pareciam forçadas demais. Enfim, dps destas experiência acabei desistindo de ler obras do autor.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alê!
      O mesmo comigo. Tentei gostar mas não da. Curto uma reviravolta mas aqui é demais.
      Bjs

      Excluir
  6. Oi Thalita,
    O Harlan Coben está na minha lista há anos. Nunca consigo ler nada dele.
    Vejo muitos elogios, acho que talvez a sua foi a mais realista por dizer que não te marcou.
    Vou adiar um pouco mais, rs.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ale!
      Muita gente gosta então não deixe de ler por minha causa huahua as vezes vc curte :)
      Bjs

      Excluir
  7. Oi Thalita,
    Acredita que não li nada do Harlan até hoje?
    Preciso mudar logo isso. Esse livro parece ser muito interessante, mas tem outro dele que quero pegar por primeiro.
    Bjs e um bom Domingo!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jessica!
      Quando li o primeiro livro dele eu curti bastante, mas depois fui vendo que a formula é a mesma, um montão de reviravoltas, e não consegui mais gostar. Espero que vc curta :)
      Bjs

      Excluir
  8. Esse foi o primeiro e último livro que li do autor, já faz muuuito tempo. Quando li, achei o excesso de palavrões bem irritante. Como eu disse, faz um tempo, talvez hoje isso não me incomodasse, mas na época fez com que perdesse uns pontos. Às vezes certos assuntos ficavam muito sujos também, sem muita necessidade. Mas o que mais me incomodou foi descobrir tudo antes mesmo da metade do livro, então não houve surpresas ou reviravoltas para mim.
    Depois tentei ler Jogada Mortal, mas não passei da página 70. Não pretendo ter contato com o Harlan por um tempo hahahaha.


    Conhece o nosso blog? Estamos sempre retribuindo visitas e comentários de nossos amigos blogueiros :D
    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carol!
      Não costumo me incomodar com palavrões desde que eles sejam inseridos no contexto da história. Eu desisti do harlan, um autor que tentei gostar mas não deu.
      Bjs

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Busca

Tecnologia do Blogger.

Sobre Nós

No Blog

Arquivo

Seguidores

Facebook

Instagram

Twitter

Editora Parceira

Parceiros

Postagens Populares

Visitas

As opiniões aqui presentes são próprias das autoras do blog, não representando necessariamente a opinião das editoras e/ou autores.