terça-feira, 12 de julho de 2016

Na nossa Semana Anime Friends, convidamos uma amiga muito querida para escrever uma resenha super especial como colaboradora no EntreLinhas Fantásticas. Livia Arruda, que é uma grande fã de mangás e da cultura oriental, traz para gente hoje o inusitado Thermae Romae.

Lucius Modestus, arquiteto de casas de banho da Roma Antiga, acaba de perder seu emprego pois seus projetos são sem graça demais. Arrasado, vai até uma casa de banho para tentar relaxar e, ao ficar submerso por alguns instantes, acidentalmente vai parar no Japão dos dias atuais. Com um misto de deslumbramento e assombro, o arquiteto observa cada detalhe e, ao retornar à Roma, aplica tudo o que viu em um novo projeto de sucesso. Assim começa Thermae Romae, mangá escrito por Mari Yamazaki e publicado no Brasil em 2013 pela Editora JBC. Com apenas 6 volumes, ainda é facilmente encontrado nas livrarias.


Sem nunca se dar conta de que está viajando no tempo, Lucius cada vez visita um local diferente: uma casa de banho com um espaço exclusivo para macacos, um banheiro residencial com banheira, um show room no qual ele conhece o famoso vaso sanitário high tech japonês... Para ele, os “caras achatadas” são escravos de alguma região vizinha a Roma, por isso é admirável que possuam técnicas tão avançadas. O arquiteto chega a ficar zonzo com as ideias simples e incríveis e se recrimina por ele próprio nunca ter pensado nelas antes.


Por outro lado, os japoneses o tratam como um simples turista estrangeiro e, pacientemente, demonstram o funcionamento de alguns equipamentos, além de oferecerem bebidas e comidas que só fazem o assombro do protagonista aumentar.

Em sua cidade natal, seus projetos começam a se destacar e acabam chamando a atenção do Imperador Adriano, que encomenda a construção de um banho particular. Lucius nutre um certo sentimento de culpa por saber que nenhuma daquelas ideias era dele. No entanto, aproveita ao máximo cada oportunidade que tem, buscando “aprender tudo pelo bem de Roma”.


A autora escreveu este mangá com o intuito de apresentar aos japoneses uma introdução à Roma Antiga. Nascida no Japão, Mari Yamazaki estudou artes na Itália e atualmente vive em Chicago com o marido italiano e o filho. Decidiu usar as casas de banho como tema por se tratar de uma paixão em comum entre os romanos e os japoneses. Além da história hilária e envolvente, a autora tem um espaço em cada volume em que fala sobre o processo de produção do mangá, suas pesquisas e descobertas para escrevê-lo.


Com uma qualidade de impressão superior à maioria das publicações do gênero, Thermae Romae é uma boa e divertida oportunidade para aprender mais sobre as culturas japonesa e romana. Os traços dos personagens lembram muitas vezes as famosas estátuas de mármore. Já as reações do protagonista te deixam com vontade de visitar os dois países, além de experimentar as casas de banho e a comida do Japão. Lembro de ter ficado com vontade de comer lamen (que eu já conhecia) somente pela experiência incrível que Lucius pareceu ter ao degustar o prato pela primeira vez: disse que o aroma parecia “entorpecer o cérebro e embaralhar os sentidos”, comparou alga com papiro e se emocionou profundamente com o sabor.


O romance também está presente na obra. Inicialmente Lucius é casado com Livia (já posso dizer que meu nome foi parar num mangá!), mas ela acaba pedindo o divórcio após ficar meses sozinha enquanto o arquiteto está envolvido com seus projetos. Tempos depois ele conhece Satsuki, uma arqueóloga japonesa que desde pequena era tão apaixonada pela Roma antiga que até latim sabia falar.

O paralelo genial que Yamazaki traçou entre as duas culturas contribuiu para que a obra fizesse sucesso no Japão e em vários países europeus e para que recebesse inúmeros prêmios importantes na área, como o respeitado Prêmio Tezuka. Com uma leitura cativante do início ao fim, há ainda a vantagem de todos os volumes em português já terem sido publicados, o que evita o sofrimento de ficar semanas esperando para saber os próximos acontecimentos. Aproveitem e boa leitura!


Um comentário:

  1. Oi Livia,

    que trama surreal! Contudo, parece ser bem interessante! Eu não costumo muito ler HQ's, mas fiquei louca por essa!

    Beijos!
    Visite o Mademoiselle Loves Books
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Busca

Tecnologia do Blogger.

Sobre Nós

No Blog

Sorteio

Arquivo

Seguidores

Facebook

Instagram

Twitter

Editora Parceira

Parceiros

Postagens Populares

Visitas

As opiniões aqui presentes são próprias das autoras do blog, não representando necessariamente a opinião das editoras e/ou autores.