quinta-feira, 4 de agosto de 2016


No começo do ano recebi uma mensagem no Skoob com a sinopse de um livro e a possibilidade de participar de um Book Tour, minhas únicas regram eram: ler o livro em um mês e depois enviar para o próximo participante. A autora que entregou em contato comigo foi Loraine Pivatto e só no mês de Julho consegui lê-lo! A sinopse me deixou intrigada, me comprometi a mergulhar nesse novo mundo e contar para vocês sobre o que se trata e cá estamos! UFFAA E como foi difícil resenhar esse livro! rsrs

Livrinho que já passou por muitas mãos! *-*


Em 21 de Dezembro de 2012 data que anunciava o fim do mundo segundo o Calendário Maia, o mundo realmente acaba! Pelo menos o mundo com as regras e modos que nós conhecemos. Bilhões de pessoas morreram, a população mundial foi drasticamente reduzida e - aparentemente, um mundo mais justo estava por se formar. Nesse novo mundo não existe dinheiro, o governo iria prover tudo que sua população precisasse de forma igualitária: casas, roupas, estudos, entretimento, tecnologia, etc. Tudo que seu vizinho tem, você também poderia ter a palavra exclusivo está fora do dicionário nesse mundo! hahaha. Em troca, as pessoas trabalhariam quando chegasse a idade certa, na profissão que escolheu e somente por 6h/dia sonho!!!  E claro, há algumas regras do novo mundo, são elas:


As pessoas viveriam 150 anos divididas da seguinte forma: a “primeira vida” dos 0 até os 70 anos e depois voltariam a idade de 20 anos e viveriam até os 100. Talvez tenha ficado confuso, né? Imagine que você viveria normalmente até os 70 anos, porém ao invés de morrer você voltaria aos 20 anos, um corpo jovem só que com todas as lembranças da primeira parte da sua vida, podendo ou não trilhar novos caminhos, errando/acertando tudo de novo, enfim… Aproveitando uma nova oportunidade até o derradeiro 100º aniversário.



Viver 150 anos é uma regra porque as pessoas não poderiam morrer no novo mundo, já que o suicídio e o homicídio eram proibidos! E mesmo quem tentasse ou em caso de morte eminente (por exemplo: um grave acidente de carro) ~misteriosamente~ retornava a sua vida normal se esquecendo do episódio que ocasionou sua “quase morte”.  
As doenças crônicas fatais não existem mais, doenças ocasionadas pela idade também não! Imagina um senhor de 80 anos com a disposição e fôlego de seus 20: sem dores, sem esquecimentos ou remédios!  Uma oportunidade para viver a vida plena e feliz. Porém existe uma forma de morrer, mas somente poucas pessoas tinham esse conhecimento e manter esse importante segredo a sete chaves era de extrema importância.


É neste contexto que conhecemos a história de três gerações da família Brandão: Regina, Larissa e Vitória. Regina já é uma mulher de meia idade em 2012, a senhora custa a acreditar que todos que conhecia estavam mortos e principalmente, não entendia o porquê dela ter sobrevivido, sendo que não tinha nada de “especial” era uma mulher marcada por defeitos e falhas. Apesar do choque e das novas regras é através de Regina que vemos o desenrolar da geração de transição entre um mundo e outro. E apesar de seus defeitos, vemos uma mulher inteligente e até sensata. Regina conseguiu entender as razões do novo mundo e tentou aproveitar da melhor forma o restante da sua primeira vida, para depois aproveitar plenamente a segunda.



Em seguida conhecemos Larissa, neta de Regina, ela é uma jovem inteligente e com futuro promissor, nessa segunda geração vemos como a humanidade tenta dar seu “jeitinho” para se destacar… O prestígio e a popularidade eram o que diferenciava cada um e isso foi ganhando proporções gigantescas. Os profissionais da indústria do entretenimento (atores, escritores, músicos, etc.)  eram os mais “poderosos” nessa sociedade, agora o status era a moeda de troca já que o dinheiro não valia mais nada.


A necessidade de se diferenciar do próximo era tanta que foram criados “selos” que ficariam marcados na pele de cada pessoa, chamados de TUV (Tabela Universal de Valores) eles avaliavam alguns aspectos sociais e profissionais de cada um, quanto maior sua -aparente- felicidade profissional, social, psicológica e física maior seria sua média final e mais influente você seria. Bizarro, não?


E por fim, conhecemos Vitória, filha de Larissa. A moça também herdou a inteligência da família, porém era muito mais arisca e até mais ambiciosa que as outras duas, sua história serve mais como link para entendermos alguns aspectos da geração de Lara e as consequências do sistema TUV.


O plot da história é muito interessante, porém muitas vezes temos que voltar a leitura para relermos alguma passagem que ficou perdida e apesar de linear, a cronologia se passa muito rápido, em 400 páginas percorremos a vida inteira das três personagens, então há vários saltos no tempo que podem confundir a leitura.

Acredito que o título e até a sinopse não condizem muito com o enredo, temos a história da nova sociedade, mas o foco está na família Brandão e sua própria evolução dentro dessas novas regras. E a respeito do título, apesar de especularmos quem realmente seria Mr. Queen sua história só aparece na metade do livro e não me deixou muito instigada para saber quem ele era. Minha curiosidade foi alimentada em dois aspectos “qual seria a única forma de morrer” e entender quem estava por trás da criação e controle dessa nova sociedade com regras tão específicas. E somente uma delas foi respondida #Chatiada.

As três gerações da família Brandão (da mais velha a mais nova); Regina, Larrisa e Vitória
A escrita de Loraine é muito gostosa e entretém, porém gostaria de saber mais das tecnologias do futuro e quase não temos grandes evoluções, além do TUV, o livro termina em 2117 então esperava algumas coisas futuristas que me remetesse a essa passagem de tempo, o final de alguns personagens foi previsível e outros não gostei tanto E a Vanessa gente?!. Senti que as pessoas com “dons” também poderiam ser melhor exploradas e aprofundar essa pegada espírita/espiritualista! Ia ficar incrível!!

Para mim, o ponto alto do enredo foi falar da ambição e a necessidade de se diferenciar do outro, mesmo numa sociedade no qual os bens materiais eram distribuídos igualmente. Mesmo nessas condições, o ser humano ainda sim se tornou egoísta e vaidoso de suas próprias conquistas e status... A sociedade melhorou em alguns aspectos e piorou em outros.

Pela complexidade do tema, pela história da Larissa, que foi a que mais me motivou a leitura, pela escrita da Loraine e algumas reflexões levantadas vou dar 3,5* \o/! E Parabéns pela iniciativa do Book Tour! Ameiiii!! E caso alguém já tenha lido, venha discutir comigo, pleaseee!

Não há sistema de governo que sobreviva à podridão de caráter de seus administradores. ~ Regina Brandão. p. 193
 https://www.skoob.com.br/pseudonimo-mr-queen-530432ed538823.html

10 comentários:

  1. Oi Denise, tudo bem?
    Achei essa história muito interessante, mas ela pareceu muito confusa ao meu ver.
    Não consegui colocar ainda esse nome na minha cabeça e na sinopse que eu li ela não se encaixa nada na história que eu pude perceber.
    Sua resenha foi maravilhosa e esse livro pareceu mesmo dificil de se resenhar, mas não sei se gostaria de lê-lo. Simplesmente não me chamou essa atenção toda.
    Otima resenha <3
    Beijão,

    Vinicius
    omeninoeolivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Vinicius!!

      A enrendo é muito interessante, mas parece que se perde na própria complexidade. O título tbm acredito que não condiz com a história, mas como é uma edição impressa pela autora, pode ser que na versão que vá para a editora tenham algumas mudanças!
      Nossa, foi difícil mesmo! Eu não falei nem 10% da história, é bem complexa hahahaha

      Que bom que gostou!! Fiquei com medo de estar deixando tudo mais confuso hahahahaha

      Obrigada pelos comentários e pela visita!! <3

      Bjs :*

      Excluir
  2. Oi, Denise!
    A autora até me enviou um convite para participar do book tour, mas não pude infelizmente. Porém ainda quero muito ler esse livro, ainda mais depois da sua resenha.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Luiza!!

      Tbm demorei para recebê-lo por causa de questões acadêmicas, mas a autora é super flexível, fala com ela a época q vc poderá ler e ela te encaixa!!

      Leia simm pra gnt conversar sobre ele!!! Hahaha

      Bjs e obrigada pela visita!

      Excluir
  3. Oi, Denise!
    Nossa, não conhecia esse livro, mas essa premissa já me deixou com os olhos cheios para lê-lo! Sério, fiquei muito curiosa com essa historia de não poder morrer! Que louco! :D
    Amei a resenha <3
    Beijos!
    Borboletas de Papel | Fanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Alinee!
      A premissa é muito boa mesmo!! Se vc quiser lê-lo entre em contato com a autora e entra na fila tbm!
      Vou adorar saber sua opinião sobre ele!!!

      Obrigadaa!! <3
      Bjs :*

      Excluir
  4. Oi Denise,
    Parece uma ótima história.
    Infelizmente, no momento, não leria, pois não faz meu gênero e estou com um monte de leituras atrasadas, rs.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Aleee!

      Eu encaixei entre uma leitura e outra, quando puder leia!! Tbm estou com váriiiias leituras atrasadas! uahshasuasuuashuashuhs

      Bjs :*

      Excluir
  5. Denise, não gosto quando a sinopse não condiz com o enredo. Me sinto meio que enganada.
    Adorei sua resenha e está bem completa, não há do que reclamar.
    Realmente o livro passou por muitas mãos e é perceptível isso pelas fotos rs.

    Beijos,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br - Escolha o livro do Top comentarista e participe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Naty!

      Isso também me incomodou! Mas como acho que é uma versão "prévia" acredito que as resenhas irão direcionar a autora para publicação final junto a uma editora, aí a capa será mais lapidada, bem como sua sinopse.

      Livro total rodado! rsrs Quando recebi fiquei meio chateada, pq veio com muitas marcas e eu cuido dos meus livros tão bem que qualquer sinalzinho de uso já me deixa brava! hahahaha
      Mas por outro lado é muito bom, já que mostra o quanto ele viajou por aí!

      Beijinhos e obrigada pela visita! xD

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Busca

Tecnologia do Blogger.

Sobre Nós

No Blog

Arquivo

Seguidores

Facebook

Instagram

Twitter

Editora Parceira

Parceiros

Postagens Populares

Visitas

As opiniões aqui presentes são próprias das autoras do blog, não representando necessariamente a opinião das editoras e/ou autores.