Achados e Perdidos - Stephen King (Trilogia Bill Hodges #2)



No segundo livro da trilogia, Bill e cia se tornam personagens coadjuvantes. Bill só dá as caras na metade do livro e, por conta dos acontecimentos finais de Mr Mercedes, agora é um homem mudado. Atlético, saudável e feliz com a nova ocupação. Para mim foi excelente. Bill é um cara gente boa, mas não conseguiu me cativar. Brady brilhou no primeiro livro e agora é a vez de Morris e Peter continuarem com o show.



Morris é completamente obcecado por Jimmy Gold, personagem fictício criado pelo gênio literário John Rothstein. Descontente com o fim da história, invade a cara do escritor em busca de seus preciosos cadernos de anotações. Com o material em mãos e temendo ser capturado, enterra os cadernos e todo o dinheiro que havia no cofre de Rothstein debaixo de uma árvore. Pouco depois é preso. 


Anos mais tarde, Peter e sua família passam por graves dificuldades. Seu pai foi uma das vítimas do City Center e as discussões dentro de casa são insuportáveis para o adolescente. Até que ele encontra o baú.

O livro reluz em sua primeira parte. Os capítulos se alternam entre Morris e Peter e o leitor vai ficando tenso, pensando o que irá acontecer se Morris sair da cadeia. Morris não é um vilão tão bom quanto Brady e sua obsessão lembra bastante a de Annie Wilkes em Misery (resenha aqui), mas não deixa de ser um personagem interessante e assustador. 


Gostei muito que o autor inseriu essa história no contexto já criado anteriormente em Mr Mercedes. Se no primeiro livro pensamos apenas em quem morreu no City Center, agora acompanhamos todo o sofrimento e dificuldades de uma família que sobreviveu. Mas sem pieguice, com algumas passagens sendo tragicamente divertidas. Peter e todo o seu carinho pela irmã Tina são pura fofura <3 


O ritmo cai um pouco quando Bill finalmente aparece e a história começa a tomar novos rumos. O livro deixa um gancho do tamanho de uma âncora para o último livro da trilogia, chamado de Último Turno. Não sei se gostei do caminho que a história parece que vai tomar, mas só lendo o próximo livro para saber. Apesar de poder ser lido sem o seu antecessor, Achados e Perdidos complementa Mr Mercedes e deixa curiosidade de sobra para o Último Turno.


Essa merda não quer dizer merda nenhuma.


6 comentários:

  1. Oi Thalita,
    Achei muito bacana da parte do King nao ter forçado o Bill na primeira parte da estória só por ser o protagonista da série.
    Tbm gostei muito do antagonista e sua obsessão com o Jimmy Gold.
    Ao contrário de vc, adorei "o gancho do tamanho de uma ancora" deixado no final do livro. Nunca imaginei que o King fosse ir para este lado e acho que as possibilidade para Ultimo Turno são inúmeras. Estou bem curioso para conferir.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alê!
      É que eu tenho um "probleminha". Aceito numa boa histórias fantasiosas e sobrenaturais desde que elas estejam desde o inicio na trama. Como até então não havia sinal desse tipo de coisa achei meio forçado. Mas estou curiosa para saber como o mestre vai abordar isso e não vejo a hora de por as mãos no Último Turno :)
      Bjs

      Excluir
  2. Respostas
    1. Olá Luiza!
      Eles repetem isso no livro todo, pensei "Vai ter que ser essa!" huahua
      Sim, mega contente com isso. Não vejo a hora de ler o ultimo livro da trilogia.
      Bjs

      Excluir
  3. Oi, Thali!
    Eu vejo essas resenhas dos livros do King e morro de vontade de ler. Acho essa trilogia bem interessante, você acha que é bom começar por ela? Vou esperar o lançamento do terceiro e ver se compro logo todos. Adorei a resenha!
    Beijos!
    Sorteio de um ano do Borboletas ❤
    Borboletas de Papel | InstagramFanpageTwitter

    ResponderExcluir
  4. Olá Aline!
    Obrigada :) Sim ele é bem bacana para começar. Tem todas as características da escrita do autor, só faltando mesmo a parte sobrenatural. Caso não faça questão dos elementos sobrenaturais ele é perfeito.
    Bjs

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.