quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

No começo do ano tive a oportunidade de ser leitora beta desse livro. Fiz minhas considerações sobre o enredo e personagens e em setembro participei do lançamento impresso do livro! E cá estou para contar um pouquinho da história de Kira, de deuses egípcios e de um encontro de almas.



O livro já se inicia com um mistério: Kira em seu quarto na universidade desesperada e chorosa, pois seu melhor amigo estava desaparecido há três dias e tudo indicava que ela  era a responsável por isso. Durante uma discussão por ciúmes, Kira acredita ter aberto um portal e transportado André para sabe-se-lá-onde, agora a moça precisa arranjar um modo de resgatá-lo antes que seja tarde demais!


Durante a história vamos acompanhando o início da forte ligação entre Kira e André, o início da amizade, suas diferenças, brigas, cumplicidade, além da descoberta - ou transformação - de um sentimento em outro. Kira sempre teve um temperamento forte, amante do esoterismo, das lendas e mitos, por ser um pouco isolada, tinha poucos amigos e encontrou em André seu refúgio. André, muito mais compassível, era aquele que compreendia Kira, a ouvia e dava trela às suas paixões místicas, mesmo sem entender sobre o assunto. Um se tornou companheiro do outro, até que as mãos do destinos e alguns mal-entendidos fazem com que os dois se separem e tenham que lidar com isso, até que tudo se resolva ou não e eles possam se reencontrar.


Eu achei a primeira parte da história um pouco repetitiva, acompanhamos o crescimento dos dois personagens centrais, as ligações e mistérios que já os rondam desde crianças, mas em determinados momentos não conseguia achar suas atitudes correspondente às idades mencionadas, às vezes eram muito infantis, noutras muito “maduras”. Também gostaria que tivesse tido mais interação entre os demais personagens, pois daria outro ritmo ao livro e daria oportunidade para se encantar com os secundários, quando isso começa a acontecer é de forma muito abrupta e causa uma certa estranheza ao leitor.


As lendas e outras curiosidades sobre o Egito que me deixaram encantada e são, com certeza, um dos pontos altos da história! Já na metade final do livro, quando retomamos ao desaparecimento de André, suas possíveis causas e a viagem que Kira faz ao Egito, o enredo fica muito mais dinâmico e as curiosidades com o que é apresentado vai aumentado e dá um gás à leitura. O finalzinho te deixa na expectativa do próximo livro e com algumas teorias sobre os mistérios entre André e Kira.


O livro tem uma parte romântica muito forte, a relação de ciúmes e amor dos dois é bem intensa e não concordo muito com essa relação de “necessidade” que um tem pelo outro. Em alguns trechos André se mostra muitoooo obsessivo e Kira, a louca ciumenta. Isso pode não agradar muitos leitores, mas temos que considerar que é um livro infanto-juvenil, então é como se acompanhássemos esse amadurecimento espero dos personagens. Quem curte o Egito, vidas passadas, reencarnações e magia vai achar a temática interessante! 

No decorrer da leitura consegui ver as alterações da versão beta para a versão final, notei um certo amadurecimento da autora e da própria história. O que já é fantástico!! Por acompanhar esse desenrolar e pelo final que conseguiu me prender à história dou 3,5*, o final realmente deu um up na nota! Agora é aguardar os próximos dois livros e a conclusão dessa aventura! Adquira o livro através do site da autora → Clique aqui

Nota: 3,5/5 ★

"Nenhuma história começa ou termina sem um motivo nobre."
 

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Oie Luiza!!

      Sim, vários altos e baixos, mas ver esse progresso da autora foi muito interessante! Adorei a experiência! :D

      Obrigada pela visita! Bjs :*

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Busca

Tecnologia do Blogger.

Sobre Nós

No Blog

Arquivo

Seguidores

Facebook

Instagram

Twitter

Editora Parceira

Parceiros

Postagens Populares

Visitas

As opiniões aqui presentes são próprias das autoras do blog, não representando necessariamente a opinião das editoras e/ou autores.