quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Aqui estamos novamente prestigiando a produção nacional de quadrinhos. Na resenha de hoje temos uma HQ diferente daquilo que a gente está acostumado por aí, desde seu projeto, desenvolvimento até a história que chega nas mãos do leitor. Então preparem-se para o início de uma grande aventura com Dan, Ric e Lucas em Volkan!



Há quase dois anos, no intervalo de uma reunião de trabalho, estava conversando com um colega meu sobre as nerdices da vida -  porque vocês sabem que geek é assim - e então Allan, esse meu colega, me falando de sua paixão de infância por quadrinhos e super heróis me revelou o sensacional projeto que estava desenvolvendo. Foi assim que tive meu primeiro contato com Volkan e pude ver seu desenrolar desde o hype nas redes sociais, ao anúncio oficial do projeto na CCXP 2015 e o lançamento da HQ na CCXP 2016. Agora, com as páginas em mãos, lidas e relidas, venho compartilhar com vocês o resultado.

Olha a gente no Artist's Alley da CCXP 2015 com o Allan

Quem nunca sonhou em ter super poderes? Eu com certeza, sim. Nós crescemos sendo fãs e continuamos sendo fãs de heróis americanos, buscando identificação em histórias de heróis que nos inspiram e vilões que nos desafiam. Já pensou em viver essa realidade de forma mais próxima? Pois é, eu também. E esse é um dos principais pontos em favor de Volkan: A história se passa no Brasil, mais especificamente em São Paulo. Imagine um herói que como você estuda e trabalha, que em meio a tantas responsabilidades tenta buscar um tempinho para curtir com os amigos…Você sabe o que é finalmente ver o tipo de aventura que você sempre curtiu acontecendo naquela rua que você volta e meia passa? É de fato algo que não se vivencia frequentemente nesse nosso universo geek e posso confirmar que é uma grande alegria.

Meu afilhado já é fã. Terminou de ler, debateu comigo e peguntou quando eu ia chegar em casa com a segunda edição

Algo muito bacana que me chamou a atenção foi o cuidado que a equipe teve em desenvolver um formato especial na web para que deficientes visuais pudessem não apenas ouvir uma gravação contando a história, mas de fato experimentar a sensação da linguagem sequencial, conhecendo o que se passa em cada quadro da página.

Outro fator que diferencia Volkan é o envolvimento dos fãs no processo criativo. Desde o início do projeto houve muita interação na fã page, com a realização de enquetes e concursos que mostraram para a equipe criativa aquilo que o leitor queria ver nas páginas. Isso serviu e serve - é um processo contínuo - de inspiração para a talentosíssima equipe formada por Allan Albuquerque, Adriano Augusto, André Bdois, Eduardo Vienna, Nestablo Ramos e Omar Viñole. O resultado é uma história envolvente com uma arte lindíssima, que faz com que você chegue ao final com um ar de “hmmm conte-me mais… quero saber o que vai acontecer com esses rapazes, quero entender essa conspiração”.

Falando em equipe talentosa, olha essa lindeza de arte *-*

Para a alegria dos fãs, Allan me confirmou que podemos esperar uma sequência muito em breve. E, aproveitando a palavra, uma vez que ele deve ler isso ;D, já deixo aqui para ele a sugestão dessa fã que vos fala e de meu afilhado que também aguarda a continuação: ia ser muito legal se mais pra frente houvessem talvez alguns flashbacks de momentos em que os rapazes ainda estavam se acostumando com seus novos poderes. #JustSaying #VaiQue

Em suma, Volkan é mais uma ótima produção nacional independente que vale a pena ser conferida, o início promissor de uma grande aventura. Se você ficou curioso, acesse o site deles → aqui ← para saber mais sobre o projeto e ler o prelúdio.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Busca

Tecnologia do Blogger.

Sobre Nós

No Blog

Arquivo

Sorteio

Seguidores

Facebook

Instagram

Twitter

Editora Parceira

Parceiros

Postagens Populares

Visitas

As opiniões aqui presentes são próprias das autoras do blog, não representando necessariamente a opinião das editoras e/ou autores.