Unravel


Tudo começa quando uma senhora deixa um novelo de lã vermelha cair no chão. Dele surge Yarny, uma simpática criatura que precisa encontrar peças de lã a fim de reconstruir as memórias da família em um álbum de fotos.


Yarmy então entra dentro de molduras de fotografias a fim de recuperar as tais memórias enquanto passa por diferentes paisagens do norte da Escandinávia. E que paisagens! O jogo abusa da capacidade do console e entrega gráficos de encher os olhos conforme Yarmy caminha por campos verdejantes, fábricas abandonadas e trilhas cheias de neve. A fotografia é belíssima, muitas vezes simulando a chamada hora dourada, período pouco depois do amanhecer ou antes do completo entardecer onde os raios solares deixam tudo com um toque amarelado lindo.


É um jogo no estilo plataforma, onde Yarny precisa pular ou usar um pedaço de lã para se agarrar em pontos estratégicos e avançar na aventura. Utilizando conceitos de fisica, vez ou outra o personagem precisa ligar um ponto ao outro ou arrastar objetos para ir adiante. Yarny precisa se abastecer de mais lã para prosseguir e em alguns momentos é necessário calcular como tal atividade deverá ser concluída para que não falte lã até o próximo ponto de abastecimento (que também funciona como check point). A perspectiva é muito bem feita, com animais ou objetos de fundo vez ou outra vindo em direção a tela, criando uma incrível sensação de imersão.


Unravel foi desenvolvido para tocar o coração do jogador. E Yarny consegue. Sua busca pelas peças é comovente principalmente em momentos que percebemos que o personagem está com medo e frio apenas por seus gestos. A cada capítulo concluido, novas páginas aparecem no álbum e acompanhamos trechos da vida daquela família. Mas senti falta de uma conexão maior de Yarny com aquelas pessoas. Ele recupera as memórias e é responsável por juntar os cacos do álbum da família, mas onde se encaixa na vida delas?


Unravel é fofo e encantador e cumpre o que os criadores propuseram: ser uma agradável e comovente experiência que pode ser compartilhada com toda a família. Minha mãe me viu jogando e se encantou com o pequeno Yarny. A experiência abriu meus olhos para os jogos indie e já acrescentei diversos títulos na lista dos “quero jogar”. Unravel 2 está sendo produzido, mas ainda não se sabe nada sobre a trama nem quando será lançado. Unravel está disponível para Windows, Xbox One e Playstation 4. Confira o trailer:

E quem quiser pode fazer seu próprio Yarny! Os desenvolvedores disponibilizam um vídeo e um site explicativo sobre como montar sua criaturinha de lã. Me apaixonei tanto que fiz o meu e o resultado foi esse <3 Clique aqui e faça o seu!



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.