quarta-feira, 1 de março de 2017

E se Hitler tivesse ganho a Segunda Guerra Mundial? A partir desse pressuposto temos Lobo por Lobo. A pequena judia Yael é selecionada logo ao chegar no Campo de Concentração para uma experiência. Substâncias estranhas são injetadas em sua pele com o intuito de deixá-la com a mesma aparência de uma ariana pura. Mas ninguém esperava que a menina adquiriria a capacidade de trocar de aparência quando bem desejasse.



Já mais velha e membro da resistência, precisa usar sua capacidade para trocar de lugar com Adele Wolfe, última vencedora do Tour do Eixo, importante corrida de motocicletas realizada anualmente. No ano anterior, Adele conseguiu se aproximar de Hitler após vencer a corrida, então Yael precisa vencer também, chegar perto do tirano e assassiná-lo. Apesar dos meses de preparo, Yael não esperava que o envolvimento de dois competidores poderiam por tudo a perder.


Lobo por Lobo se mostrou uma grata surpresa. Apesar da repetição das questões relacionadas aos lobos incomodar um pouquinho, a história por trás deles é bastante interessante. Mesclando passado e presente, a leitura é fluida. Os personagens são bem construídos e você entende as suas motivações e se preocupa com eles. Felix, irmão gêmeo de Adele, é um fofo ainda que insistente em suas preocupações e Luka poderia ser facilmente interpretado pelo Alexander Ludwig, o Bjorn de Vikings, caso o livro vire filme. Aliás, fiquei imaginando essa história nas telonas e na minha humilde opinião ela tem um grande potencial!


Desanimei um pouco quando recebi o livro e vi o número 1 na lombada. Sim, Lobo por Lobo não é um volume único e sua continuação chamada Blood for Blood (Sangue por Sangue em tradução livre) ainda não possui data de lançamento no Brasil. Apesar de alguns momentos corridos e que poderiam ter sido melhor descritos, o final é super “WOWWWWWWW!!!” e deixa aquela curiosidade insana para a continuação!


Ainda que utilize mínimos elementos fantásticos, Ryan Graudin conseguiu criar a partir de uma hipótese real uma história bastante interessante e plausível. E fez com que eu, uma pessoa que não gosta de young adults, ideias semelhantes a distopias e que evita novas séries literárias, adorasse a história.

Nota 4,5/5 ★

2 comentários:

  1. Oi Thalita!! Estou meio traumatizada com continuações também. Comecei a ler HP e estou no quinto livro. Mas já fiquei sabendo que a partir de agora é que a coisa fica séria, então não é agora que vou parar não. Mas assim que terminar, darei vez aos muitos volumes unicos que estão me esperando.

    Um beijo, e bom mês!!

    http://jeitodemulhereolhardemenina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carolina!
      Ahhhhhhhhhh de HP sou suspeita, eu li todos muito rápido rs Não pare não!
      Boas leituras!
      Bjs

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Busca

Tecnologia do Blogger.

Sobre Nós

No Blog

Arquivo

Sorteio

Seguidores

Facebook

Instagram

Twitter

Editora Parceira

Parceiros

Postagens Populares

Visitas

As opiniões aqui presentes são próprias das autoras do blog, não representando necessariamente a opinião das editoras e/ou autores.