quarta-feira, 19 de abril de 2017

A Segunda Guerra Mundial terminou. A mãe de Jack Baker está morta e seu pai é um tanto quanto ausente e resolve colocar o filho em um internato militar na costa do Maine. Aos poucos Jack vai se adaptando e com a ajuda de um garoto bastante incomum chamado Early, resolve praticar remo.



Early aparece nas aulas quando quer e nem mesmo os professores se importam com suas faltas. Os demais alunos o consideram estranho e mantém distância. Mas Jack não se incomoda e logo percebe que Early possui músicas para cada dia da semana (inclusive se estiver chovendo) e uma imensa obsessão pelo número Pi. Ele cria uma história envolvendo o Pi recusa a acreditar que o número seja finito conforme sugere um professor. Após dar mancada com Early em uma prova de remo e perceber que passaria dias sozinho na escola por conta das férias, Jack resolve se reconciliar e acompanhar o amigo em uma busca pelo Pi.


Confesso com comecei o livro com desconfiança, imaginando que viagem na maionese seria essa coisa do Pi, e fico imensamente feliz em dizer que me enganei! A história de Jack e Early se intercala com a do Pi e mesmo com o toque fantástico, conforme as páginas avançam e os pontos se juntam, tudo passa a fazer sentido.


Conforme a autora cita, Early nos dias de hoje seria diagnosticado como autista, mas Jack (que é o narrador da história) não sabe disso e várias vezes se irrita com o amigo e não o compreende, rendendo alguns momentos divertidos e exasperantes.


A edição dispensa comentários. Darkside mais uma vez caprichando. O livro é acompanhado por um disco de papelão com a programação musical de Early. Apesar de fluir muito bem, de vez em quando a história desacelera, e eu já estava um pouco desanimada quando a autora resolveu engatar a quinta marcha e entregar um dos finais mais fofos que já li. Tenha paciência e deixe se encantar.

Nota 4/5 ★

6 comentários:

  1. Oi Thalita! Eu não li ainda, mas lá no blog quem leu amou. Que bom que foi uma boa leitura, parece ser mesmo uma história encantadora, sem contar que de fato, as edições da Darkside são puro luxo! Adorei as fotos

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante
    Sorteio A guerra que salvou a minha vida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mi!
      São sempre lindas! Dá vontade de ter todos os livros só por serem bonitos hehe
      Bjs

      Excluir
  2. Oi Thalita! Esse livro estava na minha lista de desejos, saiu e agora, após ler sua resenha, irá voltar pra lá com toda certeza rsrsrs.
    Beijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bia!
      Eu fiquei na dúvida se leria ou não. Na época do lançamento vi umas comparações com o Stephen King que me deixaram desconfiada. Mas ele se mostrou uma leitura muito agradável :)
      Bjs

      Excluir
  3. Oie Thalita!
    Esse livro entrou recentemente na minha lista de leitura.
    Adorei sua resenha,e a Darkside realmente arrasa nas edições!!
    Beijos!

    http://www.eupraticolivroterapia.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Karla!
      Espero que você também aprecie a leitura :)
      Bjs

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Busca

Tecnologia do Blogger.

Sobre Nós

No Blog

Arquivo

Sorteio

Seguidores

Facebook

Instagram

Twitter

Editora Parceira

Parceiros

Postagens Populares

Visitas

As opiniões aqui presentes são próprias das autoras do blog, não representando necessariamente a opinião das editoras e/ou autores.