quarta-feira, 17 de maio de 2017

Anna Vestida de Sangue é aquele livro que te chama pelo título e pela capa. Sua imaginação já trabalha na possibilidade de ser uma grande leitura de terror ou suspense, mas conforme as páginas são viradas você se depara com uma obra jovem-adulta com toques sobrenaturais e entre altos e baixos conhece a história dessa moça-fantasma, seu caçador e uma lenda urbana.


Cas Lowood é um jovem caçador que herdou a “profissão” de seu falecido pai, ele percorre as estradas do país para eliminar todos os perigos sobrenaturais que encontra pela frente acho que já vi algo muitooo parecido rsrs. Apesar de sua grande responsabilidade e da constante mudança de endereço, Cas ainda é um estudante do ensino médio e mesmo não se importando tanto com sua vida escolar ele mantém as atividades acadêmicas  como forma de conseguir mais detalhes sobre os casos de fantasmas na região e manter a sua mãe sobre controle.


O seu próximo caso o leva à cidade de Thunder Bay e ele consegue mais informações sobre o fantasma que deveria matar: A Anna, Anna Vestida de Sangue. E, aparentemente, ela é muito poderosa, o histórico de desaparecimentos e relatos sobrenaturais próximos à mansão na qual o fantasma habitava eram enormes, mas para muitos Anna era só uma lenda urbana. 

Cas não acreditava em lendas urbanas, por experiência própria ele sabia que seres sobrenaturais existiam  e que dependendo de sua raiva e revolta com sua condição de fantasma eles poderiam ser perigosíssimos. E após uma festa escolar ele descobre que Anna é real,  MUITO perigosa e, por alguma razão, foi o único - em décadas- que saiu vivo após encontrá-la. Agora ele precisa descobrir sobre a história da moça de vestido ensanguentado e daquela mansão assombrada para conseguir concluir sua caçada.


Durante toda a leitura eu só conseguia comparar o livro com um Supernatural versão água com açúcar para  adolescentes. Cas é muito prepotente e sabichão, demorei quase  a leitura toda para tirar essa impressão sobre o personagem, os amigos que ele faz na cidade são bem estereotipados: a moça popular que sempre se dá bem, o amigo esquisitão que sabe das coisas, o playboy metido a espertalhão e por aí vai… Mas a Anna me surpreendeu, gostei bastante de como ela foi retratada e das revelações sobre ela, mas achei o desfecho entre os dois bem forçado. A história sobre o pai de Cas também não me convenceu e as referências muito próximas ao universo de Supernatural me incomodaram e a sensação se manteve até o fim da leitura.


Não espere um livro de terror/suspense, como disse no início é muito mais um romance young adult com uma leve pitada sobrenatural. Temos duas ou três cenas mais pesadas durante a narrativa que até tornam a leitura mais emocionante, mas não é o ritmo predominante do livro. É um livro bem mediano, o história principal se conclui nesse livro, porém terá uma continuação, pois o enredo deixa várias aberturas para isso. Eu esperava um pouquinho mais da leitura e demorei para digerir os personagens centrais, não é que a história seja de toda ruim, mas faltou aquele "algo a mais" para ela se destacar.

Nota: 3/5★


0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Busca

Tecnologia do Blogger.

Sobre Nós

No Blog

Arquivo

Sorteio

Seguidores

Facebook

Instagram

Twitter

Editora Parceira

Parceiros

Postagens Populares

Visitas

As opiniões aqui presentes são próprias das autoras do blog, não representando necessariamente a opinião das editoras e/ou autores.