Amor além das páginas


Alguns personagens fictícios são tão lindos, fofos, amorosos e carismáticos que nós, assim como as mocinhas das histórias, acabamos por nos apaixonar por eles também. O último queridinho do momento de muitas (inclusive meu) é Jamie Fraser, o bonito, alto, ruivo, simpático e valente highlander da série de livros/tv Outlander. Ah, na série, como se não bastasse, ele tem um sotaque escocês maravilhoso.


Talvez o exemplo mor de personagem apaixonante seja Mr. Darcy de Orgulho e Preconceito, capaz de arrancar suspiros mesmo após mais de 200 anos de sua criação. Da Jane Austen temos também o amável Coronel Brandon de Razão e Sensibilidade e o crítico e justo Mr Knightley de Emma. Quem quiser sair do mundo de cavalheiros pode dar uma chance ao industrial John Thornton do também clássico Norte e Sul da Elizabeth Gaskell.

Quando se trata de romance eu adoro a Nora Roberts, e oh mulher criativa para inventar personagens lindos e fáceis de se apaixonar! Começando pelo meu favorito, o insubstituível Cameron da Trilogia da Gratidão. GENTE! Primeiro que ele é fisicamente o Hugh Jackman, segundo que ele é do tipo rebelde responsável, impetuoso, que pega com gosto. Por outro lado também adoro o Hoyt da Trilogia do Círculo, um moço mais calado e reservado.

Às vezes nos apaixonamos por algo mais sobrenatural. Confesso que na época de lançamento gostei muito do primeiro livro da saga Crepúsculo da Stephenie Meyer, e muito também do Jacob. A De me lembrou de Kishan e Ren, os tigres bonitões da saga A Maldição do Tigre de Collen Houck. Até mesmo Stephen King tem personagens que me fizeram suspirar nem que seja pelo carisma, como o Jake Epping de Novembro de 63.

São tantos crushes literários páginas afora que daria para escrever um livro. É fácil gostar desses homens, idealiza-los como exemplos ideais, afinal qual mulher não gostaria de ter um Jamie Fraser sussurrando “sassenach” no ouvido? Um romance fora das páginas talvez seja mais complicado e difícil, mas no fundo o amor sempre prevalece.

Aos namorados da vida real e aos fictícios, um Feliz Dia dos Namorados!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.