segunda-feira, 17 de julho de 2017

Foi-se o tempo em que eu vibrava com futebol, tão longínquo que já não recordo mais. Venho de uma família predominantemente corinthiana e cumpri meu rito de jovem brasileira, torcedora fiel e árdua. Hoje, já não tenho mais tanta paciência nem tampouco acompanho o básico do básico sobre meu time.

Winter is here!
Mas a verdade é que eu nasci para ser torcedora e, se não de futebol, de que? Ficção é claro. Sim, eu escolho lados e defendo com o ardor que aprendi crescendo corinthiana. Sou corvina que veste azul com orgulho! Jedi que defende o código da Ordem. Rebelde que pula da cadeira com uma missão de sucesso no último segundo. Eu vibro, como só um torcedor sabe vibrar. Minha família puxa "ola" no sofá em season finale.

E Game of Thrones é a copa do mundo dos seriados, o Super Bowl da televisão, as Olímpiadas da ficção… ok, você entendeu, é um evento absurdamente antecipado. Ontem acordei cantando o tema de abertura da série, apenas para escutar o eco da minha tia fazendo o mesmo do outro lado do apartamento e encararmos um dia em que as horas não passavam.

Felizmente, tenho os amigos mais lindos e sem noção do mundo, que conseguem superar a minha piração. Então a estreia mais aguardada da TV virou motivo de festa temática e concentração horas antes do jogo. Guacamole vira Dracarys, a Carne não é Louca e sim do Rei Louco, Cupcake de limão é da Sansa Stark, nas taças vinho da Cersei e fogo vivo, moedas de ouro chocolate dos Lannisters e, protegendo todos os sete reinos do fanatismo e gordices, a imponente muralha de bis.

Cada um torcendo por uma casa diferente e provocando uns aos outros, nos minutos que antecipavam a estreia a tensão era palpável. A abertura, solene como um hino. O episódio em si, voou mais rápido que um dos dragões da Daenerys. Mas as memórias criadas foram suficientes para preencher alguns grandes volumes da Biblioteca da Cidadela.

Eu não sempre digo que a ficção une as pessoas? Pois é, ontem reuniu todas as casas. Coroas nas cabeças, não se sabe quem sentará no trono ao final, mas temos duas certezas a nossa frente: a de que GoT é um fenômeno televisivo que mexe com as pessoas como jamais houvera antes e a de que o Inverno finalmente chegou.



2 comentários:

  1. Olá, Jack.
    Eu sempre estou torcendo por algo também. Meu timão é o numero 1 é claro hehe. Não assisti o episódio ainda, gosto de ver a temporada toda de uma vez, mas já peguei um monte de spoilers hehe. Queria era que o autor terminasse logo os livros, se abusar quando lançar vou ter que reler tudo. Adorei sua postagem.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, Sil. Eu já torci bem por futebol, hoje não tenho saco mais >< Mas timão é para sempre timão!
      Eu não consigo esperar pra ver tudo, fora o enorme medo de spoilers.
      Gente, esse homem num termina nunca. Dá até desespero rsrs
      Bjs

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Busca

Tecnologia do Blogger.

Sobre Nós

No Blog

Arquivo

Seguidores

Facebook

Instagram

Twitter

Editora Parceira

Parceiros

Postagens Populares

Visitas

As opiniões aqui presentes são próprias das autoras do blog, não representando necessariamente a opinião das editoras e/ou autores.