O Duque e Eu (Os Bridgertons #1) - Julia Quinn

Julia Quinn é uma autora que a bastante tempo tinha curiosidade em ler. Finalmente resolvi começar e escolhi O Duque e Eu, primeiro de uma série de nove livros sobre os Bridgerton que se passa no século XIX, cada um deles retratando um dos oitos irmãos da família. O novo livro é um epílogo que trás novidades em relação aos livros anteriores e soluciona pequenas questões que ficam em aberto.


Daphne Bridgerton procura um marido e sonha em construir uma família, mas os homens costumam considerá-la apenas uma amiga e os poucos pretendentes que aparecem são velhos e desinteressantes. Cansada da situação, firma um acordo com o belo e rico Simon Basset, o recém chegado duque de Hastings e atual presa de todas as jovens solteiras e mães casamenteiras. Simon jurou para si mesmo que nunca irá se casar e acredita que as mulheres manterão distância caso vejam que ele possui interesse na senhorita Bridgerton, ao mesmo tempo em os homens abrirão os olhos para Daphne e passarão a cortejá-la quando perceberem que um duque se sente atraído por ela.

Mas é claro que a coisa não é tão simples, e mesmo contra a vontade Daphne e Simon passam a nutrir sentimentos um pelo outro. A situação causa irritação em Anthony, irmão mais velho de Daphne, melhor amigo de Simon e grande conhecedor dos hábitos libertinos do duque.

Julia Quinn surpreendeu com sua escrita leve e fluida e seus personagens bastante cativantes. No início é fácil gostar da Daphne e se divertir com seus irmãos, principalmente com o superprotetor Anthony. O passado de Simon é interessante e vamos entendendo suas motivações no decorrer do livro.

Mas do meio para o final achei a Daphne um pouco chata, e ainda que o duque não seja um santo, uma atitude dela em relação a ele foi absurda e me deixou incomodada. Eu detesto repetição de informações e o livro poderia ser mais curto se várias delas fossem cortadas. O Duque e Eu é um romance de época e apesar de usar um período histórico como plano de fundo, ele não precisa necessariamente ser 100% fidedigno a realidade. Sendo assim, o livro possui diálogos e situações modernas demais para a época e que de início me causaram estranheza. 

Eu não tenho o costume de ler esse tipo de livro, mas quando o faço tenho em mente que não lerei uma obra densa e complexa. Para tanto eu leio Jane Austen, Charlotte Bronte ou Elizabeth Gaskell. A ideia aqui é me divertir e relaxar depois de uma leitura mais pesada, e nesse quesito O Duque e Eu cumpre o seu papel. Não achei um primor, mas gostei, fiquei bastante curiosa e aos pouquinhos pretendo ler toda a série Os Bridgertons.

Nota: 3,5/5 ★
O Livro no Skoob: O Duque e Eu

3 comentários:

  1. Oiii Thalita

    Compartilho da tua opinião, não é nenhuma obra prima mas realmente entretém, embora eu também tive problemas com a Daphne. Adorei a familia dos Bridgerton, em especial o Colin e a mãe Violet. Mas foi um livro que, apesar de não ser ruim, terminei com a sensação de que esperava bem mais por tudo o que se comenta sobre a série. Enfim, eu nem dei continuidade à leitura dos outros livros, caso vc faça espero que os próximos te surpreendam mais.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Thalita,
    Esse não é meu livro favorito da Julia, mas ele é divertido.
    O do Colin é o melhor, sem dúvidas!!!!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu li todos!E todos tem seu lado divertido! Pra descontrair eles sao perfeitos!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.